Unidade Mooca (11) 2028-5782 | (11) 94390-0926

BOCA SAUDÁVEL PODE PREVENIR CÂNCER DE ESÔFAGO

img post blog

O câncer de esôfago (o tubo que liga a garganta ao estômago) é o oitavo mais comum e a sexta causa de morte por câncer em todo o mundo. No Brasil, excluindo-se as neoplasias de pele não melanoma, o câncer de esôfago é o 6º mais frequente entre os homens e o 13º entre as mulheres.

A incidência dos tumores de esôfago vem aumentando significativamente em nosso país. A estimativa é que surjam mais de 10 mil novos casos neste ano, sendo a maioria em homens. E o pior é que geralmente o câncer de esôfago só é diagnosticado em um estágio avançado, reduzindo as taxas de sobrevivência. Dados colhidos no site do INCA (Instituto Nacional do Câncer) mostram que ocorreram, em 2013, no Brasil, 7.930 mortes por tumores no esôfago, sendo 6.203 em homens e 1.727 em mulheres.

Saúde oral e câncer

Um estudo, desenvolvido durante anos por pesquisadores dos Estados Unidos e publicado na Cancer Research, provou que certos tipos de bactérias presentes em afecções comuns das gengivas foram associados com maior risco de câncer de esôfago. Por exemplo, níveis mais altos da bactéria Tannerella forsythia foram associados a um risco 21% maior do tumor classificado como adenocarcionoma esofágico (EAC). Já a bactéria Porphyromonas gingivalis foi associada com maior risco de tumores classificados como carcinoma escamoso esofágico (ESCC), o mais frequente no Brasil, segundo o INCA.

O papel do dentista

Os dentistas têm um importante papel na prevenção do câncer esofágico e na prevenção e diagnóstico precoce do câncer bucal, identificando e tratando eventuais alterações orais. Nos Estados Unidos, a incidência do câncer oral vem provocando a necessidade de rastreamento regular como parte de um check-up dentário preventivo. Esta triagem já é rotineiramente realizada em muitas clínicas dentárias.

Fontes: Jornal Dentistry e INCA

Entre em Contato

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?